OS PERIGOS DE ESTAR CULTUANDO DA JANELA.



Atos 20: 7 – 12
A noite se tornou longa, já se fazia tarde, o sermão de Paulo estava muito prolongado.
A casa era grande tinha muita gente, possivelmente aquele jovem já tivesse sido chamado pra se aproximar e rejeitado o convite.

1º. Precisamos vigiar se a roda do tempo não nos fez cochilar.
2º. Precisamos ver se o lugar ou a posição em que estamos não é uma Janela de afastamento, incerteza, frieza, insegurança, instável.
3º. Precisamos observar se não perdemos nosso interesse na ministração e no culto.

O Senhor quer de cada um de nó outra postura.
O “sair da janela” implica:
• em disposição para ouvir a Palavra de Deus;
• em se comprometer com as coisas “de dentro”;
• em focar e fazer a vontade de Deus e
• em parar de dar atenção e se distrair com as coisas do mundo.
ADORMECEU.
Um sono no lugar errado e na hora errada.
Dormiu no lugar errado e CAIU.
Muitos caem por estarem tomados por um profundo sono. Esse sono ao qual me refiro é o sono espiritual.
  • Sono gerado pelo comodismo;
  • Pela mesmice;
  • Pela esterilidade;
  • Pela precipitação em um relacionamento;
  • Pelo espírito crítico que ver problema em tudo.

Cuidado com o sono da morte!
  • O sono do desinteresse! E o sono do descompromisso!
  • O sono das orações e canções de boca, das danças de corpo e não de coração!
  • O sono do individualismo!
  • O sono dos achismos!
  • O sono do desânimo!

- A sua queda causou repercussão imediata na igreja. O culto foi interrompido. Paulo seguiu os outros membros escadaria abaixo para ver o rapaz.
- Nesse momento, percebe-se que houve sensibilidade e solidariedade com o garoto.
- Paulo inclinou-se sobre Êutico e o abraçou. Houve contato físico, aproximação.




As Lições aprendidas com a Torre de Babel



 - Texto: Gênesis 11:1-9
Introdução: O relato da torre de Babel é o evento final registrado em Gênesis antes de sermos informados de Abraão e o plano de Deus por meio dele.

A promessa feita a Abraão foi um ponto fundamental no esquema da redenção. No entanto, a história de Babel não foi incluída no Gênesis simplesmente como uma questão de registro histórico.

Ela nos ensina algumas lições importantes sobre a unidade e a apostasia.
1. Unidade e harmonia não significam nada se nós não estivermos trabalhando para o propósito de Deus
A. Essas pessoas estavam unidas, mas Deus dividiu-os (v. 8) - nem toda unidade é desejada e aprovada por Deus (v. 1) (1 Coríntios 5:1-2, 7, 13; 2 Tessalonicenses 3:6)
B. Eles estavam unidos na realização de um propósito específico - o problema é que era o propósito do homem (v. 4); devemos estar unidos na realização do propósito de Deus (Efésios 4:3, 13-16)
C. A unidade deles era evidente por "uma só língua e um só idioma" (v. 1) - nós também devemos "falar a mesma coisa" (1 Coríntios 1:10; 4:17); no entanto, isso não significa que devemos ficar em silêncio sobre questões de divergência doutrinária (Efésios 5: 6-11)
D. A unidade deve ser baseada na Palavra de Deus (João 17:20-21) - "todo o conselho" de Sua palavra (Atos 20:27)
2. O que parece bom para nós pode não ser bom
A. Eles tinham aparentemente um bom e nobre objetivo (v 3-4.) - No entanto, o que parece bom para o homem nem sempre está certo (Provérbios 14:12; Jeremias 10:23); deve estar de acordo com a vontade de Deus (Colossenses 3:17)
B. Não importa quão lógico possa parecer para nós - exemplo: "evangelho social" (Isaías 55:8-11)
C. Não importa o quão "bem" pode ser feito - exemplo: o institucionalismo e etc.
D. As boas obras são definidas nas Escrituras (2 Timóteo 3:16-17) - se uma coisa não está autorizada nas Escrituras, não pode ser classificado como um "bom trabalho"
3. Nós nunca vamos chegar a Deus ou ao céu através de nossos próprios meios.
A. O objetivo deles era alcançar o céu (v. 4) - mas, mesmo depois de terem feito, Deus teve que descer a eles (v. 5)
B. O homem inventou suas próprias maneiras de alcançar o céu (exemplo: boas obras de caridade, ser uma boa pessoa, institucionalização, só a fé sem obras. ) - mas nada disso vai funcionar, (Tiago 2:24, Efe. 2:8).
C. Deus veio até nós (João 1:1, 14) - isto é o que nos dá a oportunidade de alcançar o céu (1 Timóteo 1:15)

4. Não há limites para a apostasia.
A. Deus disse que não havia nada impossível para essas pessoas (v. 6) - eles estavam apenas limitados pela própria imaginação.
B. O caminho para a apostasia é um terreno escorregadio (2 Timóteo 3:13) – os apóstatas são limitados apenas por suas próprias imaginações; eles já não estão limitados pela palavra de Deus, porque eles foram além dela (2 João 9)
C. Portanto, por causa da natureza degressiva da apostasia, o erro deve ser combatido (2 Timóteo 4:2; 3:13;)
D. Haverá consequências se não formos capazes de se opor ao erro (1 Coríntios 5:6; 2 Timóteo 2:17)

Conclusão:
A. Quando Gênesis 11 começou, todo o povo da terra se uniram - então Deus os dividiu, porque o objetivo deles não estava em harmonia com o propósito de Deus para eles.
B. Desde então, todas as pessoas na terra foram divididas em várias maneiras - agora Deus procura reuni-las
C. Devemos estar unidos em cumprir o propósito de Deus para nós - paz com Deus, então a paz com os outros
D. Se buscamos a paz e a unidade de alguma outra forma, Deus não vai estar satisfeito conosco

Quatro lições de Querite


(I Reis 17.1-7)
Não podemos deixar o obscuro cenário de Querite, com seu riacho agora seco, e o jovem profeta sendo transformado num homem de Deus sem entendermos as verdades reveladas ali.
1º - Precisamos desejar ser deixados de lado tanto quanto ser usados. É preciso querer estar separado para poder ouvir a voz de Deus com clareza, longe da cacofonia da vida diária, longe dos nossos negócios, planos e desejos. Precisamos aprender o profundo e duradouro valor da vida reclusa, do está só com Deus. A solidão é amiga intima da reflexão.
2º - A direção de Deus inclui a provisão de Deus. Deus diz: “Vá para o riacho. Eu vou sustentá-lo”. Vance Havner em seu livro Já é tarde diz: “Às vezes nos dedicamos a uma rotina enfadonha, tão monótona quanto plantar algodão ano após ano… então Deus manda o gorgulho do algodão. Ele nos tira da nossa rotina e, então, precisamos encontrar novas maneiras de viver. Revezes financeiros, grandes privações, doenças, perda de posições – através dos problemas, quantas pessoas são transformadas em melhores agricultores e levadas a produzir melhores frutos!”.
Quando Deus dirige, Ele provê. Foi isso que sustentou Elias em sua experiência no campo de treinamento.
Precisamos aprender a confiar em Deus dia após dia. Você precisa aprender a viver o hoje. Você não pode viver o amanhã, hoje…
Você percebeu que Deus nunca falou qual seria o passo seguinte antes de Elias dar o passo anterior? Deus disse ao profeta para ir até Acabe. Quando Elias chegou ao palácio, o Senhor lhe contou o que deveria dizer.
- Depois de ter falado, Deus disse: “Agora, vá para o riacho”. Ele não disse o que aconteceria em Querite; falou apenas: “Vá para o riacho e se esconda”. Elias não sabia nada sobre o futuro, mas tinha a promessa de Deus: “Eu te sustentarei”.

4º - Um riacho seco normalmente é sinal de prazer – e nunca do desapontamento – de Deus em relação a nossa vida. O riacho seco normalmente é sinal de aceitação de Deus, não de seu julgamento.
Bem no topo de sua carreira, quando Abraão estava ficando conhecido como um grande homem de Deus, o Senhor lhe diz: “Pegue Isaque, ponha-o no altar e mate-o”. Eu diria que isso foi o riacho seco de Abraão, não é mesmo? Isso mostra que Deus estava feliz com seu servo Abraão.

Conclusão: Quantos de nós estamos dispostos a continuarmos na obediência a Deus quando o Riacho seca? Ou míngua, quantos de nós estamos prontos a não murmurar quando o nosso alimento é servido no bico de uma ave imunda? Quantos de nós estamos dispostos a partilhar a pobreza da viúva? – Na escola de profetas de Deus, as lições não vêm no reteté, vem na escanceis de água de um córrego, no bico de um corvo e na pobreza de uma viúva.   

OS SINAIS DA VOLTA DE JESUS

- Mateus, 24, versos 3 a 5,

1º SINAL - ENGANAÇÃO SEM PRECEDENTES - Mateus, 24, versos 3 a 5, -  "E, estando assentado no monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos, em particular, dizendo: Dize-nos quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo? E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos."

Isso é justamente o que temos visto atualmente. Nunca a humanidade esteve tão perdida. A verdade foi relativizada, inclusive existe até o ditado, de que "cada um tem a sua verdade".

2º SINAL - GUERRAS E RUMORES DE GUERRAS - Mt 24:6-8, "E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim. Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares."

É interessante observar, que guerras sempre existiram na história da humanidade, mas, que no último século, morreram mas pessoas nas guerras (direta e indiretamente), que nos 1900 anos anteriores. Não obstante, com o advento da globalização e com a evolução da mídia, os conflitos regionais passaram a ter visibilidade mundial, e com isso, passou a cumprir-se de forma efetiva o 2º sinal da volta de Cristo, qual seja a rápida dispensação das informações sobre as guerras.

3º SINAL - FOME INTENSA EM VÁRIOS LUGARES DO MUNDO  - "Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares."
O estudo do Instituto Internacional de Investigação sobre Políticas Alimentares, publicou que em 2016 1 bilhão de pessoas no mundo passam fome, em 2015 eram 795 milhões. Aumento de 205 milhões em um ano.  

Se observarmos a parábola da figueira, quando Jesus menciona o período de uma geração bíblica: "Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam.", e ainda, em Salmos 90:10 "A duração da nossa vida é de setenta anos...", podemos ver que a geração que viu a figueira renascer (Israel foi criado em 1948), presenciou um aumento dramático em intensidade e tamanho dos sinais que indicam a proximidade da vinda de Cristo.

4º SINAL - EPIDEMIAS GLOBAIS "Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares."

5º SINAL - TERREMOTOS EM VÁRIOS LUGARES - "Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares. Mas todas estas coisas são o princípio das dores."

- A ocorrência de terremotos têm aumentado de forma impressionante. Segundo especialistas, no século XX aconteceram mais terremotos que em toda a história humana conhecida, e na última década, do século XXI, aconteceram mais terremotos que em todo o século XX.

6º SINAL - COISAS ESPANTOSAS E GRANDES SINAIS NO SISTEMA SOLAR - Lc 21:11 - "E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu."
- Lc 21:25-26 - "E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo. Porquanto os poderes do céu serão abalados."
O Terremoto de 8,9 que abalou o Japão em 2011 - pode ter deslocado em quase 10 centímetros o eixo de rotação da Terra, segundo um estudo preliminar do Instituto Nacional de Geofísica e Vulcanologia (INGV) da Itália.

7º SINAL - GRANDES INSTABILIDADES NA NATUREZA E NO COMPORTAMENTO HUMANO
- Lc 21:25-26 - "E haverá sinais no sol e na lua e nas estrelas; e na terra angústia das nações, em perplexidade pelo bramido do mar e das ondas; homens desmaiando de terror, na expectação das coisas que sobrevirão ao mundo. Porquanto os poderes do céu serão abalados."

Enquanto no sistema solar, o sol, a lua e as estrelas nos mostram os sinais de instabilidade, na Terra também vemos o 7º sinal predito por Jesus, qual seja o desequilíbrio da natureza e o comportamento desesperador da humanidade, na angústia em saber e sentir a desarmonia do cosmos.
8º SINAL - O RENASCIMENTO DA FIGUEIRA (ISRAEL) OCUPANDO LUGAR CENTRAL NO MUNDO - Mt 24:32-34 - "Aprendei pois a parábola da figueira: Quando já os seus ramos se tornam tenros e brotam folhas, sabeis que está próximo o verão. Igualmente, quando virdes todas estas coisas, sabei que ele está próximo às portas. Em verdade vos digo que não passará esta geração sem que todas estas coisas aconteçam."
- Sl 90:10 - "A duração da nossa vida é de setenta anos..." - no dia 15 de maio de 1948 estava criado oficialmente o Estado de Israel.

Jesus ainda disse, que a geração que veria o renascimento de Israel, não passaria, sem que todos os sinais, inclusive o seu retorno, acontecesse.  Veja como os povos odiariam Israel e como Deus pelejaria por seu povo - Zc 12:2-9

9º SINAL - DE FALSOS PROFETAS - Mt 24:5 - "Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos."  Mt 24:23 -

10º SINAL - APOSTASIA
(ESCÂNDALOS, TRAIÇÕES, FALSOS PROFETAS E O ESFRIAMENTO DO AMOR POR CRISTO E PELO PRÓXIMO)
Mt 24:10-13 - "Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se aborrecerão. E surgirão muitos falsos profetas, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará.

I Tm 4:1 - "Mas, o Espírito expressamente diz que nos últimos tempos apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores, e a doutrina de demônios.".

11º SINAL - SERÁ COMO NOS DIAS DE NOÉ - Mt 24:37-39
“E, como foi nos dias de Noé, assim será também a vinda do Filho do homem. Porquanto, assim como, nos dias anteriores ao dilúvio, comiam, bebiam, casavam e davam-se em casamento, até ao dia em que Noé entrou na arca, e não o perceberam, até que veio o dilúvio, e os levou a todos – assim será também a vinda do Filho do homem.”
Dias de Noé - Indiferença com a Palavra

12º SINAL - SERÁ COMO NOS DIAS DE LÓ  - Lc 17:28-29
“Como também da mesma maneira aconteceu nos dias de Ló: comiam, bebiam, compravam, vendiam, plantavam e edificavam; mas no dia em que Ló saiu de Sodoma choveu do céu fogo e enxofre, e os consumiu a todos.”
- Gn 19:5 -“E chamaram a Ló, e disseram-lhe: Onde estão os varões que a ti vieram nesta noite? Traze-os fora a nós, para que os conheçamos.”

Jd 1:7 - “Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se corrompido como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.”

13º SINAL - A UTILIZAÇÃO DA IGREJA COMO UM NEGÓCIO LUCRATIVO
II Pe 2:1-3 - “E também houve entre o povo falsos profetas, como também entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição, e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmo repentina destruição. E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade. E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.”

14º SINAL – A MULTIPLICAÇÃO DA CIÊNCIA
Dn 12:4 - “E tu Daniel, fecha estas palavras e sela este livro, até ao fim do tempo: muitos correrão de uma parte para outra, e a ciência se multiplicará.
Naum 2 : 4 .



Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget