Lições para Transformar-se em rocha


 - Lucas 22:54-65  Introdução - Amados, em Pedro vemos o processo de transformação da fragilidade em firmeza de uma forma extraordinária. - Quando Jesus chamou a Simão para segui-lO, Jesus deu a ele um novo nome que apontava para o que ele chegaria a ser algum dia. - O nome de "Simão" era muito apropriado para este impulsivo e rude homem, pois significa: "Cana agitada pelo vento", frágil, instável, que pode quebrar-se facilmente. - Jesus disse a esse homem: "Você é Simão... mas de agora em diante o seu nome será Pedro... que quer dizer "pedra", rocha". De cana frágil para uma rocha sólida, de instável para um homem estável.
- A mesma coisa, Jesus faz contigo e comigo quando Ele nos encontra: Ele nos vê como somos, mas se propõe a não nos deixar assim. Jesus vê o que nós não vemos em nós mesmos: nossa fragilidade, nossa instabilidade, nossa insegurança, nossos temores. Ele vê o produto terminado, vê a obra concluída - a Simão, Ele disse: "Você é Simão, mas eu te vejo como Pedro, rocha".

As lições de Jesus para Pedro:
1- A visão do Mestre, Ele ver o que ninguém vê, Jesus viu em
Simão um Pedro, uma rocha mesmo! Todavia, era Simão, "a cana"! Esta noite Jesus está vendo você de um modo muito especial!

2 – O conhecimento de Jesus, Ele sabe o que ninguém sabe: E ali estava Pedro muito próximo, quando, surpreendentemente, Jesus fez a declaração de que naquela mesma noite todos se escandalizariam, tropeçariam e cairiam por causa dEle (Mt 26.31-35; Mc 14.27-31). - E Jesus disse a Simão Pedro o que ele nem imaginava:
"Nesta mesma noite, antes que o galo cante, você dirá três vezes que não me conhece" (Mt 26.34). - A noite escura da prisão de Jesus havia chegado e levaram Jesus para a casa do Sumo Sacerdote. - A Bíblia diz que, v.54 (final) diz que Pedro os seguia de longe. - Irmãos: Há dois graves perigos que devemos evitar: seguir a Jesus de longe e sentar-nos para nos aquecer junto daqueles que zombam de Jesus. 

3- Nossa Fragilidade, A negação de Pedro, revelação da fragilidade, enquanto estava sentado ali, três vezes disseram que Pedro conhecia a Jesus, e três vezes ele negou enfaticamente que não era verdade. - O galo cantou! Cantou uma, duas, três vezes. Ali estava o Pedro Cana Agitada.

4 – Nossa reação, O sofrimento de Pedro, quem nega sofre, O coração e a alma de Pedro desfaleceram, não só porque o galo havia cantado e porque ele havia negado a Jesus, mas porque o seu próprio Senhor e Amigo o viu naquela hora escura. V.61 registra: " o galo cantou. Então o Senhor virou-se e olhou firme para Pedro, e ele lembrou das palavras que o Senhor lhe tinha dito".
- O olhar de Jesus para Pedro não foi de condenação. Com certeza foi um olhar de misericórdia, um olhar através do qual Jesus dizia: Desde o princípio declarei que você é Pedro, "rocha", e muito em breve você deixará de ser "cana agitada pelo vento" (Lc 22.31, 32). - O texto diz no v.62 que "Pedro saiu dali e chorou amargamente".
Pedro seguiu para o seu lugar de esconderijo, mas Pedro sabia que algo havia acontecido: aquele canto do galo havia entrado por dentro dos seus tímpanos e impregnado uma latente mensagem: você é uma cana agitada, capaz de ser covarde, infiel, você é frágil e conhece nada nem a você mesmo. 

5 – A tentativa de fuga de Pedro, não é possível fugir, Em Jo 21.3 lemos: Ele disse aos discípulos que ia pescar: "Eu vou pescar, é o que sei fazer melhor". Acabou o assunto de ser evangelista ou pregador. Pedro disse: "Eu vou fazer a única coisa que sei fazer direito: vou pescar acho que esse galo tem razão vou acabar com isso de uma vez!" 
- No dia da ressurreição, as mulheres receberam uma mensagem do anjo, era um recado do próprio Jesus em que Ele dizia: "vão e digam a todos os discípulos, E A PEDRO. Digam a Pedro que, Eu, Jesus, quero vê-lo. Digam-lhe que, apesar do que aconteceu, Eu continuo vendo-o como "rocha" mesmo que se haja quebrado como "cana frágil".
- As mulheres lhe deram a mensagem, mas a mensagem do galo era mais alta: "Jamais poderás ser o que Ele disse que serias, jamais deixarás de ser cana, foi um sonho crer que algum dia serias uma rocha". 

Conclusão - Intentaram pescar toda a noite, mas não conseguiram nem um só peixe... - À distância, um estranho lhes pergunta se conseguiram pescar alguma coisa e lhes dá umas instruções que eles obedecem e naquele instante se enchem as redes (Jo 21.4-14). - João disse a Pedro, é Jesus e Pedro se lançou desnudo (como estava) a seu encontro. A melhor forma de irmos ao encontro com Jesus é desnudos, descobertos, sem cobertas externas que ocultam o que há dentro.
- Jesus se dirigiu a ele chamando-o Simão, ou seja "cana agitada pelo vento". - O que Jesus lhe perguntou também era um ponto final à pergunta que Pedro vinha fazendo todos estes dias."Simão, filho de João, você me amas?". (Jo 21.16). "O Senhor sabe que eu o amo". - E na terceira vez que Jesus lhe perguntou: "Simão, filho de João, você me ama?", Pedro já não podia dizer outra coisa, senão, que apelar para o conhecimento sobrenatural de Jesus de todas as coisas. Em Jo 21.17 "O Senhor sabe tudo".

- Então, algo ocorreu surpreendentemente dentro de Pedro: A mensagem do galo deixou de ecoar! E as palavras de Jesus chamaram a sua atenção, Apascenta as minhas ovelhas. - Haverá alguém aqui nesta noite com uma mensagem por dentro afirmando sua fragilidade e fraqueza? Com a consciência doída por um peso, por um sentimento de culpa, de miséria tão grande? Quantos aqui, se encontram fazendo de tudo para calar algo acusador que não se cala? Ouça, você precisa responder a Jesus. Ele pergunta: "Você me ama?" - Jesus só está aguardando ouvir a confirmação do seu amor por Ele. E Ele confirma a você que, todavia, sem importar o que tenha acontecido, (sem importar a idade do seu pecado e quão terrível tenha sido). Ele pode mudar você, transformar a sua vida de uma "cana frágil" em uma "rocha sólida".

Anúncio