O desafio de seguir a Cristo

Texto-base: Jo. 6:35-37,66-68 Introdução: Vida cristã não é uma filosofia. É andar com Jesus. É seguir a Jesus. Quem segue não escolhe a direção a ser tomada. Pergunta-chave: Até onde você está disposto a seguir a Cristo ? - Vamos traçar um paralelo entre a vida cristã e o caminho de Israel entre o Egito e Canaã. 1 - O início da caminhada: Conversão (encontro, libertação do Egito, primeiro amor). Em destaque: as bênçãos - Os israelitas se enriqueceram com ouro e prata (Ex. 12:35). Nesse ponto, Miriã dançou e cantou. Seguir a Cristo no momento da benção é muito fácil. 2 - O meio do caminho: Deserto - Provação, renúncia, bênção sob medida (maná). Tempo de vencer ao diabo e vencer a si mesmo. Nesse ponto, Miriã se rebelou contra Moisés. Seu motivo para seguir Jesus será testado : pão terreno ou pão celestial ? (Hab. 3:17-18). Você seguiria a Jesus sem bênçãos ? Pode parecer absurdo. (Exemplos: teste do jovem rico e de Jó). 2.1 - Perspectiva incorreta sobre o cristianismo. Expectativas ilusórias: esperar apenas o que é agradável. Mat. 13:20-21 - a semente entre as pedras (ofensa) - O convertido que não contava com tribulações (Teologia da Prosperidade). O objetivo do ser humano é apenas o bem-estar, conforto e felicidade. É o ter. Focalizamos o que é passageiro. 2.2. - A perspectiva correta: A visão de Deus é, sobretudo, a formação do caráter cristão em nós. É o ser. Focaliza o eterno. A maior experiência do cego de Jericó não foi enxergar, mas encontrar Jesus. 3 - O alvo e os obstáculos: Quem segue Jesus quer ir para onde ele vai. Jesus vai para junto do Pai. Vai para o céu, mas no caminho existe uma cruz. Você ainda quer segui-lo ? Queremos reinar com Cristo. Podemos beber o cálice que ele bebeu ? (Mc. 10:35-40) Salmo 23:4 - Seguindo a Jesus no vale da sombra da morte. Quem perder a sua vida por amor de Cristo acha-la-á. (Mt. 16:25). Os discípulos enfrentaram até mesmo a morte física. 4 - A chegada - A Canaã celestial para quem seguir a Cristo até o fim. Miriã não entrou em Canaã. - Mat. 12:29 - A recompensa Na Nova Jerusalém não haverá provações (Ap. 21:1-5), mas, por enquanto, precisamos suportá-las.Conclusão: Jesus não dispensa seus seguidores. Ele nos ouve, nos perdoa e nos aceita. O problema é que muitos seguidores desistem, desviam do caminho. Escolha caminhar com Jesus.
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget