DESPERTA TU QUE DORMES

Tema: DESPERTA, TU QUE DORMES (Efésios 5.14)

1º— Descrever os adormecidos, a quem as palavras do texto se dirigem?

  1. O sono se entende ser o estado natural do homem, mergulhado naquela profunda inconsciência de alma; na qual o pecado de Adão infundiu tudo.
  2. A incompreensão, a insensibilidade no tocante à sua condição real, o seu estado, estado este que é próprio de todo homem que vem ao mundo, perdurando até que a voz de Deus o desperte.
  3. Aqueles que dormem, dormem de noite". O estado natural do homem é de profunda obscuridade,

lembrando a condição segundo a qual "as trevas cobrem a terra e a noite densa envolve o povo.

  1. Carregado de todas as enfermidades, julga-se, todavia, em perfeita saúde. Encarcerado em prisões de aço e de miséria, protesta a liberdade que Deus quer Le dar, Dorme placidamente.

2º— Corroborar a exortação — "Desperta, tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos";

  1. Este é outro característico do adormecido de que fala o texto: ele habita o mundo dos mortos, embora não o saiba. (Rm. 5:12) "por um homem a morte entrou e contaminou a todos"
  2. Deste modo foi primeiro dissolvida a união vital de nossa alma com Deus; de sorte que, "em meio da vida natural, estamos agora em estado de morte espiritual".
  3. E ainda mais certo é que o morto em pecados não tem os "sentidos exercitados para discernir espiritualmente o bem e o mal". "Tendo olhos ele não vê; tendo ouvidos, não ouve".
  4. Desprovido, assim, de senso espiritual, não retendo o conhecimento espiritual, o homem natural não recebe as coisas do Espírito de Deus; e tão longe está de as aceitar, que aquilo que se discerne

    espiritualmente lhe soa como loucura.

3º— Explanar a promessa feita aos que despertam e levantam-se: "Cristo te alumiará".

  1. E quão encorajadora é a consideração de que, quem quer que sejas que obedeças à chamada de Deus, não terás buscado em vão. Se tu agora "despertas e te levantas da morte", ele "te alumiará". "O Senhor te dará graça, glória e luz".
  2. Deus, que é luz, dar-se-á a si mesmo a todo pecador que desperte e por ele suspire.
  3. "Derramarei água sobre o sedento e torrentes sobre o terreno árido: derramarei meu Espírito sobre tua semente e minha bênção sobre tua descendência". (Is 44.3).
  4. A luz trás conhecimento, a luz revela o que estar oculto de bem ou de mau, a luz traz possibilidades de acertos. Nesta noite Deus diz a você que é hora de acertar.

Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget