PALAVRAS DE UM POVO CEGO DIANTE DE UM VISIONÁRIO.

Leitura: 27: 33-431. Tu que destrói o santuário em três dias e em três dias o reedificaras; (40). 2. Salva-te a ti mesmo; (40). 3. Desce da Cruz. (40). 4. Deus venha livrá-lo se de fato lhe quer bem. 5. A visão de Jesus baseava-se no passado, na palavra profética e seu cumprimento (Is. 42:1-3). 6. A visão de Jesus tem base, no presente, no sacrifício, na plenitude do tempo na hora da redenção (Ef. 1:7-10). 7. A visão de Jesus tem base, no futuro de uma igreja gloriosa e glorificada. (Is. 41:18 e 43:25). Conta-se que, numa das galerias de Paris há uma estátua notável. O escultor era muito pobre e viveu e trabalhou num sótão. Ao terminar a estátua, olhou-a cheio de orgulho e afeição; quantas noites perdidas, quanto sacrifício e quanta paciência representavam aquela estátua! Bastante cansado, deitou-se. Naquela noite, caiu sobre Paris uma geada fortíssima. O escultor, acordando no seu quarto frio e desconfortável, lembrou-se da estátua tão recentemente terminada, e teve receio de que a geada viesse a estragar o resultado de tanto esforço. Correndo os olhos pelo quarto, nada via com que pudesse proteger sua tão sonhada estátua. Sem hesitar um momento sequer, levantou-se, tirando a roupa de cama com que se cobria, agasalhou com o máximo cuidado a bela escultura. Pela manhã, o escultor foi encontrado morto, mas a sua estátua ainda hoje existe. Morreu para perpetuar a obra de suas mãos.Nós somos a obra das mãos do Grande Artista. E Ele, semelhantemente ao escultor, morreu também para nos dar vida eterna. Há, porém, uma diferença: o escultor que morreu preservou apenas sua estátua do mau tempo daquela noite; o Divino Escultor, porém, ressuscitou e vive para sempre, podendo proteger-nos de todos os perigos em toda vida.
Deus Abençoe: Pr. Joel Medeiros
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget