UNIDADE E VISÃO.

Gênesis 11:1 - 9 e Mateus 18:19, 20.
Unidade é Ação coletiva, que tende a um único objetivo; coesão; integração; união. Na unidade não significa que todos se tornam iguais, que as diferenças desapareçam, mas significa que cada um abre mão do seu “pensamento próprio” para caminhar junto numa mesma visão, num mesmo propósito com os demais, para o cumprimento de metas estabelecidas pela liderança ou coletivamente.

Unidade é um assunto muito sério. Unidade é um assunto tão importante para Deus, que Jesus antes de ser crucificado passou um longo tempo ministrando e intercedendo por seus discípulos e por todos nós, para que pudéssemos aprender e receber o espírito da unidade, nos tornando um só com Cristo e um só uns com os outros. Jesus disse que o mundo só o conheceria se visse esse espírito de unidade em nós (João 17:21-23). E também em Gênesis 11:1-9 nós vimos que a unidade atrai a atenção de Deus, que a um povo unido nada se torna impossível.

Podemos identificar alguns motivos ou causas que fazem com que as pessoas deixem de andar em unidade:
– Egocentrismo: porque acham que sua opinião ou seu jeito de fazer é melhor do que o de seu líder ou do coletivo.
– Competição: querem sempre estar “certas” e serem “melhores” que os outros ou que seus líderes.
– Auto-pastoreio: não conseguem se abrir para serem ensinadas, conduzidas, pastoreadas, caminhar em bando como as ovelhas.

Judas versículo 12 fala que essas pessoas que se auto-pastoreiam, ou seja, que são pastores de si próprias e não se submetem a pastores e líderes espirituais, são iguais a “nuvem sem água” e “árvores sem raízes”, são estéreis e não geram frutos que permanecem.
– Opressão maligna: há um espírito maligno atuando em suas vidas. Em alguns casos é um legado de orfandade, quando as pessoas não tiveram a figura paterna presente e acolhedora na sua infância.
Em outros casos trata-se de um “espírito de bode” mesmo, que gera pessoas solitárias, que não sabem viver em bando como as ovelhas. Mas para todos esses casos é possível a cura e a libertação em Cristo Jesus.

A unidade é o propósito de Deus para o seu povo, pois Ele é o General de dois exércitos: um Exército Celestial, formado pelos anjos, arcanjos e querubins; e um Exército Terreno, formado pela Igreja, que é o Corpo de Cristo. E num exército todos os soldados e pelotões marcham uníssimo, como “um só homem”, no mesmo compasso e na mesma direção. 2015 será o ano de aprendermos e praticarmos a unidade, bem como, trabalharmos a nossa visão.

Deus Abençoe: Pr. Joel Medeiros.
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget